18
abr
primeira_infancia

A importância do bom desenvolvimento na primeira infância


Por Malu Melo

Para falarmos sobre o desenvolvimento da primeira infância, é de suma importância ressaltar o período que acontece, essa fase vai de zero até os seis anos de idade, ela se inicia desde a sua gestação e, não como muitos acreditam que é logo após o nascimento, é ainda determinante no desenvolvimento cognitivo e na socialização.

Ainda na barriga da mãe, no ambiente intrauterino, a criança percebe indiretamente algumas emoções, o estado emocional da mãe exerce influência no bebê que está em formação.

Piaget, um grande teórico, pensador e estudioso, escreveu sobre as fases do desenvolvimento das crianças, essas fases podem ter algumas variações, não podemos nos esquecer de que cada indivíduo é um ser único, e o que se aplica para um, pode não ser aplicado para outro, pois cada um vai ser estimulado de maneiras diferentes, em ambientes diferentes. As fases são elas: sensório motor, pré-operatório, operacional concreto e operacional formal. Cada fase retrata o desenvolvimento das crianças desde o nascimento.

A fase sensória motor diz basicamente sobre a inteligência, ela que nos dá sentidos nas ações, essa fase acontece do zero até dois anos, Piaget fala que o bebê percebe o mundo e atua nele, a parte sensorial e a coordenação motora primária, trabalham em conjunto, o bebê tem sensações e descobre o mundo por meio do deslocamento de seu corpo. Nesse momento, os bebês descobrem que há um mundo externo a eles para poder explorar, passam a agir não mais por reflexos e sim por objetivos. Até atingir outra fase, ele passa por vários outros subestágios.

A próxima fase é a pré-operatória, de acordo com Piaget, acontece dos dois até os seis anos, aqui aparece a função simbólica, a manifestação da linguagem, essa por sua vez é considerada uma condição necessária, mas não o suficiente ao desenvolvimento, pois requer um trabalho de reorganização da ação cognitiva que não é dada pela linguagem, ou seja, isso implica entender que o desenvolvimento da linguagem depende do desenvolvimento da inteligência.

Toda criança tem uma fase certa para aprender, os pais não precisam ficar ansiosos para que seus filhos aprendam certas coisas, só porque o amiguinho da mesma idade consegue fazer, a criança precisa ser estimulada e precisa ser respeitada, pois cada uma aprende de uma maneira e no seu tempo diferente.

As escolas, por sua vez, também não precisam ter pressa para a alfabetização, se a primeira infância for muito bem estimulada, a alfabetização vai acontecer naturalmente, com sucesso e sem perdas.

malu_melo_psicopedagoga_indaiatuba

Malu Melo é Graduada em Pedagogia na Faculdade UNOPEC de Indaiatuba, Pós-Graduada em Psicopedagogia Clínica no Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – Ceunsp, em Itu, e Especialização em Educação Especial na Unifac Botucatu.

Atende na Clínica Raia



admin